Há vida para além da rede?

A futurologia é uma atividade particularmente recorrente nesta fase do ano. Se pensarmos que há 15 anos ainda não tínhamos Facebook e que hoje vivemos na ressaca de duas eleições fortemente manipuladas naquela rede social depressa percebemos que este tipo de exercícios corre um grande risco de fracasso. Ainda assim, e porque o tempo é... Continue Reading →

Anúncios

O futuro é partilhado

No entretanto em que vivemos, dividimos as nossas determinações entre o usufruto do presente, a preservação da herança do passado e a viabilização de um futuro coletivo. As últimas décadas recentraram as sociedades no usufruto do presente, garantindo, como nunca antes, que um número cada vez maior de cidadãos tem acesso ao ensino, à saúde,... Continue Reading →

O novo normal

Foi uma noite de aflição em Braga e um pouco por todo o país. A primeira palavra é naturalmente para os BOMBEIROS que cumpriram a sua missão com a dedicação que se conhece. Um enorme obrigado a todas/os as/os que arriscam a sua vida para proteger a nossa. Não há como ignorar que as condições... Continue Reading →

A doença dos partidos tradicionais

Ao longo da última década assistimos na Europa (e Estados Unidos) à impressionante ascensão de novos movimentos políticos que têm causado intensa preocupação entre aquele que acreditam e defendem a democracia liberal. Esses movimentos, de matriz radical, capitalizam o descontentamento das pessoas com o desvio do centro económico mundial para oriente e a desilusão com... Continue Reading →

Onda socialista em Bragança

As eleições autárquicas são o ato eleitoral em que escolhemos os representantes políticos que trabalham mais próximo das populações. Mesmo sabendo que há entre nós muitos cidadãos que votam religiosamente na mesma cor partidária independentemente dos resultados das governações e dos méritos das propostas, a verdade é que nestas eleições as pessoas contam mais do... Continue Reading →

A questão catalã

A tensão entre a Catalunha e Madrid atingiu ao longo das últimas semanas proporções inéditas em tempos de democracia. Analisemos o caso. Antecedentes. A Espanha não é um estado-nação, mas um estado que resultou da fusão de várias nações de acordo com um critério puramente baseado no poder militar. A Catalunha tentou várias vezes a... Continue Reading →

Umberto Eco sobre o fascismo e a construção sempre inacabada da liberdade e da democracia.

Chamar “politicamente correcto” ao que é correcto

Ao longo dos últimos anos, os ultra-conservadores e os militantes de extrema direita têm acentuado a sua estratégia de propaganda e endoutrinamento para níveis que colocam em causa os valores da democracia liberal em que assentam as sociedades modernas. Um dos passos fundamentais para a expansão destas ideologias no espaço público foi a criação de... Continue Reading →

Double standards

No dia 20 de Agosto, a líder do CDS-PP, Assunção Cristas, entendeu facilitar uma reportagem sobre as férias que está a passar no Algarve com a sua família. Ninguém se indignou, ninguém disse que estava a impor a heterossexualidade aos outros, ninguém disse que estava a aproveitar a sua vida privada para ganhos políticos. Fica... Continue Reading →

WordPress.com.

EM CIMA ↑