Seguimos em frente ou voltamos para trás?

As eleições legislativas servem para elegermos os deputados que irão depois escolher o primeiro-ministro e aprovar o programa de governo. Nas eleições não escolhemos diretamente o primeiro-ministro mas sim a composição do parlamento português. Por toda a Europa, o bipartidarismo tem sido progressivamente substituído pelo pluralismo, forçando a entendimentos de governo entre diferentes partidos democráticos.... Continue Reading →

Não há neutralidade nos Direitos Humanos

As graves perseguições que as pessoas com orientação sexual minoritária estão a sofrer na Polónia e na Hungria demonstram que o regresso do obscurantismo e da incivilidade pode ser mais rápido e acontecer mais próximo de nós do que imaginamos. Num e noutro país, as pessoas homossexuais e transexuais são perseguidas, agredidas, humilhadas e obrigadas... Continue Reading →

Ciência baseada na evidência

No modelo de desenvolvimento e investigação que nos trouxe até aqui, a CIÊNCIA BASEADA NA EVIDÊNCIA constrói-se com experimentação, com artigos revistos por pares, com revisões, com metanálises e outras formas de publicação científica. Esses artigos nem sempre estão certos e podem ser contrariados por outros artigos que vão atualizando o conhecimento científico. A ciência... Continue Reading →

A negação da ciência “em nome” da ciência

No momento em que escrevo para assinalar o disparate anti-científico em que se converteu a página Sci-Med não quero deixar de salientar que não duvido das boas intenções com que o projecto nasceu. A verdade é que há muito tempo percebemos que não se trata de um projeto de divulgação científica, de promoção da evidência... Continue Reading →

A discriminação das doenças psiquiátricas

A pandemia trouxe a saúde mental para o centro do debate público. Ao longo do último ano percebemos que, perante uma situação nova e difícil, todos experimentamos o medo, a ansiedade, a tristeza, a frustração, a desilusão, a insónia e a falta ou excesso de apetite. Mais importante ainda, percebemos que podemos (e devemos) falar... Continue Reading →

Esperança

Termina hoje esta série de crónicas da pandemia. Entrámos em 2021 cheios de esperança nas vacinas que ainda não conseguimos produzir em quantidade suficiente para todos. Desconhecíamos então a disseminação que as festas tinham facilitado e não imaginávamos o que estava a chegar. Esbarrámos então com uma realidade duríssima que nos confinou durante muito tempo.... Continue Reading →

Quem os ouve?

A pandemia expôs as condições desumanas com que recebemos muitos imigrantes que vêm para as colheitas no Alentejo. A realidade degradante em que vivem e as condições precárias em que trabalham são o lado lunar do “sucesso económico” que preenche as páginas dos jornais e os discursos públicos enquanto se ignoram, consciente ou inconscientemente, estes... Continue Reading →

Mais do que nunca

Abril é o chão que nos tem permitido sobreviver conjuntamente a esta crise brutal. É o chão que garante que todos tenham acesso a cuidados de saúde, à educação, à justiça, à segurança, aos rendimentos mínimos e à paz. É o chão que garante direitos cívicos para todos, incluindo para aqueles que querem acabar com... Continue Reading →

Ciência em todas as políticas

O primeiro-ministro António Costa anunciou que o Plano de Recuperação e Resiliência irá apostar na conjugação do conhecimento científico e desenvolvimento tecnológico gerado nas universidades, politécnicos e centros de investigação com a sua valorização pelo tecido empresarial. Esta estratégia aponta o caminho certo para assegurar um futuro para o país. As universidades são, efetivamente, instituições... Continue Reading →

WordPress.com.

EM CIMA ↑