Estimulação cerebral profunda no tratamento da Doença Obsessivo-Compulsiva

Figee-2013-Table-1

Imagem: © CNS Chronicle

A doença obsessivo-compulsiva é uma patologia psiquiátrica caracterizada por pensamentos ou imagens repetitivos que surgem independentemente da vontade dos doentes e que geram intensa ansiedade – as obsessões – e por actos ou pensamentos que os doentes reconhecem sem sentido e que se destinam a reduzir a angústia gerada pelas obsessões – as compulsões. Esta doente é tratada de forma usualmente satisfatória com psicofármacos (maioritariamente antidepressivos) e psicoterapia. Nos casos mais graves, quando as medicações e a psicoterapia não são suficientes para controlar os sintomas da doença, a alternativa passa pela estimulação cerebral profunda, uma técnica em que se introduzem de forma segura e pouco invasiva, eléctrodos no cérebro dos doentes que emitem pequenos impulsos capazes de reduzir a frequência e intensidade dos pensamentos obsessivos e dos rituais compulsivos.

Na última década, a investigação científica tem procurado descrever as alterações na activação cerebral destes doentes quando estão a realizar tarefas de decisão ou quando estão a ter pensamentos obsessivos (é precisamente isto que temos vindo a fazer num estudo que está a ser realizada pela Universidade do Minho e o Hospital de Braga cujos resultados serão brevemente publicados). Um trabalho publicado recentemente na revista científica Nature Neuroscience (open access aqui) encontrou algumas evidências sobre a forma como a estimulação cerebral profunda ajuda a neutralizar o excesso de activação e conectividade das áreas cerebrais que se sabem estar envolvidas na doença obsessivo-compulsiva (córtex pré-frontal, núcleo accumbens e estriado). Neste estudo, os autores conseguem demonstrar que o funcionamento cerebral é restaurado com recurso à estimulação eléctrica de uma pequena área do cérebro chamada núcleo accumbens que se sabia estar envolvida no desenvolvimento desta patologia. São dados muito promissores que podem ajudar a encontrar estratégias mais eficazes para o tratamento da doença obsessivo-compulsiva.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s