Da bipolaridade e do carácter

A palavra bipolaridade tem sido muito mal empregue para qualificar as inconstâncias e as inconsistências da opinião do deputado Hugo Soares acerca da remoção das desigualdades em função da orientação sexual na adopção e co-adopção. A palavra bipolar aplica-se, em Psiquiatria, a uma doença caracterizada pela alternância entre fases depressivas (caracterizadas por depressão do humor) e fases maníacas ou hipomaníacas (caracterizadas por elevação do humor). O carácter, por outro lado, diz respeito às dimensões da personalidade que são determinadas pela aprendizagem social e cognitiva, não sendo influenciadas por factores hereditários.

Ou seja, quando alguém defende uma determinada posição e, passado alguns meses, vota em sentido contrário, acabando por afirmar que, afinal, a sua opinião está dependente do que for mais popular não estamos a falar de bipolaridade mas de carácter. A sua qualificação fica ao critério de cada um.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Da bipolaridade e do carácter

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s